Osíris, Ísis e Hórus – A Trindade Egípcia

osíris-ísis-hórus-a-trindade-egípcia

Hoje vamos adentrar nas profundezas do Antigo Egito, ou Kemet, como era chamado. A terra vermelha…

osíris-ísis-hórus-a-trindade-egípcia

Kemet ou Terra vermelha, era como os antigos egípcios se chamavam. O Egito vermelho que, segundo Blavatsky, se perderia nas Brumas da história, é uma civilização muito antiga e cheia de mistérios.

osíris-ísis-hórus-a-trindade-egípcia

No Antigo Egito, assim como em algumas sociedades atuais, a hierarquia era algo de suma importância, significava ordem sagrada, onde um faraó iniciado passaria o seu conhecimento para seu sucessor e assim respectivamente. 

A iniciação trata-se de atingir um outro plano de consciência e era feita nas câmaras de iniciação nos centros das pirâmides. A base da pirâmide é quadrada, representando o número quatro, o elemento terra, a manifestação no mundo material e concreto, onde as coisas acontecem, juntamente com o triângulo, associado ao elemento fogo. Assim, elas representam a base material e a base espiritual, onde em sua ponta, todas as coisas se encontram.

osíris-ísis-hórus-a-trindade-egípcia

 

A trindade é uma das primeiras tentativas de entender a estruturação da natureza, do homem e do Universo. A trindade egípcia Osíris, Ísis e Hórus busca sua relação com a natureza, onde Hórus era fruto do casamento místico de Ísis (lua, mãe) e Osíris (sol, pai). Juntos formavam a própria vida, a alimentação e a sobrevivência do Egito.

 

 

 

 

O MITO ÍSIS, OSÍRIS E HÓRUS – A TRINDADE EGÍPCIA

osíris-ísis-hórus-a-trindade-egípcia

Descendente direto de Rá (o deus da criação), Osíris é o filho mais velho do casal Geb e Nut e marido de Isis. Ele reinou sobre a Terra como o primeiro faraó do Egito, nobre e virtuoso, respeitado como jamais tinha-se visto, trouxe aos homens o conhecimento da agricultura, ao lado de sua esposa, que os ensinou a cultivar a terra.

Osíris tinha um irmão, Seth, que por ter muito ciúme dele prepara uma armadilha contra o mesmo. Fora da cidade, Osíris fica sabendo de uma grande festa armada por Seth e é convidado a voltar ao Palácio. Seth muito esperto, havia construído um ataúde (caixão de madeira) exatamente do tamanho de Osíris, e ao ver que o irmão chegara à festa ele propõe uma brincadeira, onde um a um entrasse no ataúde e aquele que coubesse perfeitamente o levaria para casa.

Um a um entra, mas o único que se encaixa é Osíris, que ao entrar no caixão, Seth o sela e o joga dentro das águas do Nilo. Ísis chora profundamente a perda do marido e corre atrás dele pelas águas do Nilo para ver se consegue recuperar o corpo do mesmo.

Enquanto isso o caixão navega pelas águas até parar na beira de um palácio, onde para próximo a uma árvore de Acácia grande e frondosa…

osíris-ísis-hórus-a-trindade-egípcia

osíris-ísis-hórus-a-trindade-egípcia

 

Ísis sente um aroma muito perfumado e sabe que o corpo do marido deve estar próximo, ela então segue o aroma e chega a um palácio ao qual está o ataúde com o corpo do marido. Com muito esmero, Ísis recupera o ataúde do marido e o traz de volta!

Chegando ao palácio, Seth descobre que Osíris havia retornado e decide dar um fim nisso de uma vez por toda. Ele então pega o corpo do irmão, corta em 14 pedaços e os espalha nas águas do Nilo. Ísis fica desesperada,  se coloca em cima da sua barca e navega pelo rio. Ela consegue achar 13 pedaços, exceto pelo falo (órgão reprodutor), que se perde nas profundezas do rio para sempre.

osíris-ísis-hórus-a-trindade-egípcia

 

Ísis então, reúne os 13 pedaços do corpo do marido e faz o primeiro processo de mumificação do egito, ou osirificação como é chamado. Ela mumifica o marido, pois consegue descobrir o segredo dos céus e através desse processo mágico ela consegue dar a ele de novo a vida. E depois que ela o tem de novo a vida, consegue um filho com ele, Hórus.

Porém, ainda que o processo mágico tivesse funcionado, Osíris não poderia mais viver a vida na Terra normalmente, então ele sobe aos céus.

 

 

Forte, rigoroso e belo, Hórus cresce destinado a ser sucessor de Osíris e para isso teria que passar por Seth, que ao eliminar o irmão, passou a governar o reino. Hórus então reivindica o trono com Seth e eles entram em uma grande batalha. Após muitas e muitas lutas, Hórus consegue ganhar o direito do trono, mas Seth não morre.

Após sua vitória, Rá diz a Hórus que apesar de ter vencido Seth, este não morrerá e ficará tomando conta de sua barca, sendo guardião da mesma.

Apesar disso, Hórus começa a reinar e Osíris fica no céu, velando pelo reino de Hórus, esperando até o momento que ele possa receber todos aqueles que vão para o reino de Anútis.

TRÍADE:

Para se entender a tríade de Osíris, Ísis e Hórus que cultivava a vida no Egito, partimos do pressuposto da representação de cada um.

Osíris:

Representado com a coroa do baixo e alto Nilo e com os braços cruzados, onde de um lado ele tem um chicote e do outro um gancho, é a própria ideia do EU, aquele que permanece além dos tempos.

O chicote representa a força da manifestação, de todas as coisas que se espalham e o gancho atrai todas as coisas para si.

Osíris, o EU SOU, através dos tempos.

Ísis:

A grande mãe associada a matéria, o trono onde se assenta o espírito e a manifestação onde todas as coisas acontecem.

Ao mesmo tempo que Osíris é a meta e o destino, Ísis vai ser o caminho. O amor, onde todas as coisas surgem e tudo se unifica em um centro.

Ísis tem uma escada no topo da sua cabeça, que representa a ideia de caminho, o caminho ascendente para chegar em Osíris. Ísis é a Lua, a Lua reflete o Sol, ela não tem luz própria, ela é o caminho para se chegar naquilo, por isso ela conduz o processo de mumificação, o processo de iluminação da experiência humana.

Hórus:

Filho de Osíris e Ísis, tem natureza dua, a natureza humana e no céu.

Hórus tem um aspecto material, concreto, base onde todas as coisas se manifestam. O objetivo de fazer com que as coisas se realizem. Representa o poder do discípulo, a potência, a força, a coragem, aquele que caminha em direção ao seu sonho. Ele tem a missão de lutar com Seth para resgatar sua condição de filho do Rei.

Seth:

Osíris é a roda e Seth é a manifestação dela, um não funciona sem o outro, por isso a relação de mal e bem é relativa. No caso de Seth ele representa os obstáculos, as pedras, a dificuldade, Seth te coloca em um ciclo infinito de evolução, por isso também que Seth não morre, Rá permite que Seth fique como guardião da barca, por que ele precisa causar essa evolução no mundo.

 

O EU                           O AMOR               O GUERREIRO                  O OBSTÁCULO

 

No culto de Osíris, Ísis e Hórus, Seth não entra como parte da tríade, mas faz papel fundamental na base da existência humana. Quando paramos para analisar, O EU de Osíris é aquele que ascende, que se evolui, quando ele é aprisionado no caixão ele é aprisionado na matéria, é um ser que precisa estar em constante aprendizado. Ísis por ser o caminho, é o impulso que o homem faz para buscar a si mesmo, a busca pelo conhecimento, o caminho para chegar na ascensão maior. Hórus, o guerreiro, é o que venceu Seth, venceu uma das batalhas, o que mostra que as batalhas e obstáculos sempre existirão, cabe a você encará-los e enfrentá-los com coragem e enxergar através delas. Se os obstáculos não existissem, viveríamos em uma inércia eterna.

Curiosidade:

As esfinges ficam na frente da pirâmide por que antes de entrar nas câmaras de iniciação o homem deve conseguir dominar a si mesmo. Dominar, corpo, mente, espírito.

Compartilhe:

Você também poderá gostar:

4 comentários

  • Sandra disse:

    amei simplesmente, li em voz alta, sou toda parte disso, sou Osíris, Isis, Horus e Seth.

    • Joalheria Alternativa disse:

      Olá Sandra que bom que você está gostando de acompanhar nosso trabalho!!!Nesses 29 anos de Joalheria estamos sempre querendo compartilhar nossas experiências com todos os nossos seguidores!!
      Seja muito bem vinda a comunidade Alternativa!

  • Sonia Farhat disse:

    Muito bom! Acabo de voltar do Egito e vou mandar este resumo para as 14 amigas que firam comigo.
    Vocês vão fazer joias com os simbolos do Egito.
    Espero que façam.
    Boa sorte !

    Sonia

    • Joalheria Alternativa disse:

      Olá Sonia! Ficamos felizes que esteja gostando de acompanhar nosso trabalho!! Essa semana lançaremos a nossa nova coleção “Ísis, a Grande Deusa”, onde traremos peças exclusivas com a energia do antigo egito! A partir de quarta elas já estarão à venda em nosso site!
      Seja muito bem vinda a comunidade Alternativa!

Deixe seu comentário!